Erros comuns em Outsourcing de Projetos de Software

Outsourcing

Do inglês, terceirização – é a contratação de terceiros para executar algum tipo de processo interno em uma empresa. Muito popular nos Estados Unidos na virada do século 21, é uma prática comum e deve ser analisada com cuidado, já que gera impactos diretos na cultura da empresa.

A terceirização pode oferecer maior flexibilidade e controle do orçamento para algum projeto ou processo que precise ser executado. Isso se deve ao fato de que a empresa só vai gastar com isso no momento que precisar. Não há necessidade de manter um time sob aviso para executar tal tarefa. Além disso, é comum que todo o trabalho seja feito remotamente e entregue digitalmente, diminuindo os custos e maximizando os lucros da empresa contratante.

Porém, é preciso ter alguns cuidados ao trabalhar com outsourcing. Por ser uma prática comum, há alguns erros comuns em outsourcing muito conhecidos e que, mesmo assim, algumas empresas teimam em repetir.

Terceirizar processos fundamentais

Muitas empresas, para economizar, terceirizam partes fundamentais do seu negócio, ou seja, aquelas que estão diretamente ligadas ao seu cliente, como serviços de software ou mesmo de atendimento. Isso é um erros comuns em outsourcing porque, em geral, empresas de outsourcing não repassam para o cliente o que os usuários estão, por assim dizer, sentindo. Com isso, o empresário acaba se blindando de um feedback real para melhorar seu produto ou serviço.

Terceirize apenas processos que não estão em contato direto com o cliente ou que não sejam tão fundamentais para saúde da sua empresa.

Superestimar redução de custos é um dos Erros comuns em Outsourcing

Outsourcing nem sempre reduz tanto os custos e o tempo envolvido quanto você imagina. Na verdade, estima-se que a economia fique entre 20 e 30% do valor que você gastaria fazendo no próprio trabalho. Talvez, se você tiver uma equipe própria para a mesma função, acompanhando e medindo de perto diariamente, terá resultados melhores do que terceirizando para um time remoto.

Não fornecer orientação é um dos Erros comuns em Outsourcing

Terceirizar faz mais sentido quando o processo pode ser bem definido através de diretrizes, procedimentos e regras. Nos Erros comuns em Outsourcing um deles é que muitas empresas gastam muito pouco tempo pensando nisso e acabam criando regras muito abrangentes. Em geral, a dica é criar o dobro de regras e procedimentos para projetos terceirizados do que se fossem feitos na sua própria empresa. Na maioria das empresas, muitas orientações e práticas não estão escritas. Mas quando você terceirizar algum serviço tudo precisa estar em contrato.

Terceirizar vários processos de uma vez é um dos Erros comuns em Outsourcing

É tentador terceirizar o maior número de processos da sua empresa. Seja pelo tempo ou pelo custo, este é um erro comum entre empresários. Imagine o processo de terceirização como um casamento, onde você precisa passar pelo namoro e pelo noivado antes de colocar a aliança. Faça alguns testes, comece com processos pequenos, veja se você se adapta à forma como os resultados serão entregues. Se tudo for bem, aumente o ritmo devagar para não cair nos outros erros comuns em outsourcing

Não medir os resultados é mais um dos Erros comuns em Outsourcing

Você é capaz de medir tudo dentro da sua empresa, da pontualidade dos funcionários ao crescimento das vendas. Com processos de terceirização não pode ser diferente. Determine, antes de contratar, como você irá medir o desempenho do seu novo parceiro. Converse com outros clientes do mesmo fornecedor e descubra se ele é pontual nas entregas ou se costuma atrasar. Tenha um plano B caso ele não cumpra o combinado.

Confiar todo o trabalho a um único colaborador é um dos Erros comuns em Outsourcing

Você tem apenas um vendedor ou apenas um fornecedor na sua empresa? Claro que não. Trate a terceirização da mesma maneira. Um dos maiores erros dos empresários é não estar preparado caso seu parceiro de terceirização saia inesperadamente do negócio. Ou se, em algum ponto, haja picos de trabalho e a empresa não consegue dar conta. Novamente, nesses caso, pense em uma saída.

Para evitar qualquer imprevisto, recomenda-se contratar um time de outsourcing que tenha referências e procure o serviço antecipadamente. Dessa forma, se o serviço que você necessita for complexo e precisar de ajustes, você terá tempo para buscar outras alternativas para aprimorá-lo ou refazê-lo se a terceirização falhar.

Não ter um contrato bem definido também é um dos Erros comuns em Outsourcing

Todo acordo de terceirização deve conter critérios de desligamento: uma das parte deixa de cumprir as normas, a incapacidade de manter o serviço em alto nível ou, simplesmente, quando o acordo já não vale mais a pena em termos de redução de tempo e custos. Dessa forma, é importante deixar claro em contrato quais penas ou multas cada parte terá que arcar em caso de quebro de acordo.

Terceirizar pode ser muito vantajoso para empresas cujos processos estão bem definidos. Trará economia de tempo e dinheiro. Porém, é fundamental que o empresário tome alguns cuidados para não perder o controle da operação, colocando sua própria empresa em risco de quebra. Assim como qualquer outro projeto, planejar antes de sair contratando serviços de terceiros, se torna fundamental.