10 itens que não podem faltar na sua plataforma ecommerce

Você já deve ter visto vários anúncios pela internet dizendo algo do tipo: “Abra sua loja virtual e ganhe dinheiro sem sair de casa.” Se fosse tão simples assim, todos seríamos ricos. Ao montar uma loja virtual é preciso pensar em uma série de coisas e, principalmente, entender do mercado em que se está entrando.

O comércio online e o real têm muitos pontos em comum, mas as estratégias do mundo online possuem suas próprias características. Separamos uma lista de 10 itens que vão lhe ajudar a montar ou aprimorar a sua loja virtual.

Canais de atendimento

Tenha um diálogo aberto com o cliente da sua loja. As opiniões e críticas dos seus consumidores irão lhe ajudar a aprimorar a loja virtual. Manter esse diálogo é fundamental.  Para isso, ofereça diferentes tipos de atendimento como um telefone para contato, e-mail, links para os perfis oficiais da loja em redes sociais e também um chat online.

A comunicação espontânea virá pelos canais que os clientes acharem mais adequados, por isso é importante oferecer vários tipos de canais.

Perguntas mais comuns – “FAQ”

Ter um leque de canais de atendimento fará com que você receba muitas dúvidas e sugestões iguais. Para evitar esse emaranhado de informações repetidas e poupar trabalho da equipe de atendimento dedique um tempo na elaboração de um Frequently Asked Questions (FAQ).

Trata-se de uma lista com as perguntas mais comuns feitas pelos clientes da loja. Muitas dúvidas de clientes podem ser resolvidas com um FAQ.

Evidencie o atendimento online

Se você optou por oferecer um canal de atendimento online, como um chat, evidencie isso nas páginas da loja. Ter um atendente online do outro lado do “balcão virtual” transmite muita segurança para o consumidor.

Variedade de pagamentos

Isso é uma regra para o comércio em geral. Tanto as lojas do mundo físico, quanto as do mundo virtual precisam oferecer as mais variadas formas de pagamentos.

Cada cliente possui um perfil de consumo diferente e utiliza métodos de pagamento diferentes. É preciso estar pronto pra lidar com todos eles. Além dos tradicionais cartões de crédito e boleto bancário, ofereça suporte para sistemas de pagamento online como PagSeguro e PayPal.

Arquitetura da informação

Existem teorias extremamente elaboradas a respeito da arquitetura da informação para web. É através delas que uma loja virtual consegue tornar qualquer produto acessível em até três cliques, não importando em que página o cliente está.

Considere adotar boas práticas de Arquitetura da Informação para sua loja.

Search Engine Optimization – SEO

Search Engine Optimization significa otimização para mecanismos de busca. Mais conhecido pela sigla de SEO, esse conjunto de práticas faz com que seus produtos apareçam nos primeiros resultados de buscadores como Google, Yahoo! e Bing.

Boa parte do sucesso de uma loja virtual está relacionado a um bom trabalho de SEO. Uma pessoa que pesquise por “sapato” no Google e caia na sua loja virtual de sapatos é um cliente em potencial.

Busca interna

A busca interna é uma mina de ouro para o administrador de uma loja virtual. Tenha um sistema de busca que registre todas as consultas dos usuários. Isso permite que você monitore o que os clientes de sua loja estão procurando.

É como se eles lhe dissessem exatamente aquilo que desejam comprar. Desse modo, você poderá oferecer o produto, aumentando suas vendas. Além disso, um bom sistema de busca ajuda o cliente a chegar mais rápido ao produto desejado.

Compartilhamento em redes sociais

Se ter um bom trabalho de SEO é importante para aparecer nos buscadores, estimular o compartilhamento de seus produtos é uma boa maneira de marcar presença nas redes sociais. Na página de cada produto, disponibilize botões de compartilhamento para as principais redes sociais.

Relacione conteúdo

Um cliente digitou “sapato” num buscador e caiu na sua loja. Contudo, a página que ele viu não mostrou um sapato do jeito que ele gosta. Qual é o próximo passo desse cliente? Se você não relacionar seus produtos, certamente ele vai fechar o seu site e voltará para o buscador.

Procure oferecer uma lista de alguns produtos similares logo abaixo do produto principal. Se o sapato for de couro, relacione um outro modelo, mas coloque também um tênis e sapatos de camurça, por exemplo. Isso estimula a navegação na loja, uma vez que mostra variedade ao visitante.

Detalhamento de produtos

E finalmente, uma das regras mais importantes para lojistas virtuais. Detalhe ao máximo os seus produtos. Tenha uma ficha técnica com informações como peso, largura, altura, profundidade, cor, material de fabricação, etc.

Outra maneira bastante interessante é oferecer várias fotografias do produto em ângulos diferentes. Se for possível, ofereça a opção do cliente ver as fotos em alta resolução. Caso você tenha maior capacidade de investimento, considere produzir vídeos dos produtos. Quanto mais detalhes e mais informação para o cliente buscar, melhor.

Para vender bastante, é preciso ter uma plataforma que tenha todas as funcionalidades para auxiliar o cliente no processo de compra. Para tanto, não deixe nenhum dos dez itens de lado!

Boas vendas.