Por que minha empresa precisa de um Gerenciador de Conteúdos?

Alguns anos atrás, quando a internet dava seus primeiros passos, era comum que para a publicação de um simples texto em um site era preciso ter um grande conhecimento técnico em informática. O método mais comum na época, via FTP, vez ou outra obrigava o criador de conteúdo a usar algum tipo de improviso. Isso quando não ocorriam erros misteriosos que apagavam todo o texto do servidor.

Este cenário começou a mudar quando os blogs começaram a se popularizar. Com isso, as empresas digitais enxergaram um novo mercado a ser explorado: o de gerenciadores de conteúdo. A origem da expressão vem do inglês, content management system, ou apenas CMS. Eles são softwares hospedados na web que gerenciam o conteúdo para que você não precise se preocupar com isso. Ou seja, CMSs oferecem toda a parte de servidores, páginas, estilos, editores de texto, enfim, tudo o que você precisa para expor seu conteúdo na internet.

Além de facilitar a vida de quem publica conteúdo, softwares de CMS são grandes aliados dos empreendedores. Isso porque, cada dia mais, as empresas têm visto no marketing de conteúdo uma maneira eficaz de trazer novos clientes. Abaixo, listamos as principais vantagens dos CMSs para que você entenda porque vale a pena usá-los.

Economia de recursos

Sem dúvida alguma, o principal motivo para se usar um gerenciador de conteúdo na sua empresa é a economia. Não apenas de dinheiro, mas de tempo. Se você pensar em hospedar seu conteúdo nativamente terá que se preocupar com servidores, banda, linhas e mais linhas de código, banco de dados, etc. Ou seja, você terá que alocar parte do seu time apenas para manter algo que é disponível largamente na internet por preços muito justos e até mesmo de graça.

Você também economiza tempo. Qualquer CMS online permite que você crie um blog ou um site inteiro, no caso do WordPress por exemplo, em questão de horas você consegue fazer um.

É amigável para o Google

Se você está criando conteúdo para a web, seja para mostrar sua marca ou vender um novo produto, vai querer que ele seja encontrado por quem pesquisar no Google. Essa pesquisa orgânica é uma grande ferramenta de marketing e, muitas vezes, será responsável pela maior parte do tráfego no seu site.

Para estar bem posicionado, você precisa se preocupar com arquivos XML, robôs, monitoramento de palavras-chave e outras coisas que facilitam que o algoritmo do Google encontre você. Conhecendo bem essa importância, os gerenciadores de conteúdo já oferecem o pacote completo de SEO para cada conteúdo que você publicar. Fazendo com que você foque, apenas, em criar o melhor conteúdo.

Você e a equipe da sua empresa não precisam saber programar

O grande boom dos blogs aconteceu, certamente, pela facilidade dos gerenciadores de conteúdo. É possível escrever um artigo completo e publicá-lo na web com alguns poucos cliques. E gratuitamente. Não é necessário nenhum conhecimento técnico sobre programação.

Além disso, antigamente, mesmo para alterações simples no texto, como colocar links, negrito e itálico, era necessário fazer alterações no código da página. Por mais rápido que fosse, ainda assim era preciso que você soubesse qual código iria em qual lugar. Com o uso de CMSs, basta que você selecione palavra e clique na ação pretendida.

É mais fácil de espalhar

Além de ter um blog, criar conteúdo e ser visto pelo Google, gerenciadores de conteúdo permitem que você, facilmente, configure sua página para ser espalhada através de redes sociais. E já é senso comum que é fundamental você dar essa possibilidade aos seus leitores.

Sem precisar se preocupar com integrações em cada rede, como Facebook e Twitter, você oferece um botão para que qualquer pessoa que esteja passando pelo seu blog convide seus amigos e seguidores a lerem o mesmo conteúdo. Com isso, você tem o potencial de atingir muita gente.

Múltiplos colaboradores

Se sua empresa for grande o suficiente, pode ser que você não tenha apenas uma pessoa escrevendo no blog. Se esse for o seu caso, softwares de CMSs permitem que você crie hierarquias diferentes para diversos tipos de usuários.

Você pode, por exemplo, ter poderes de administrador para excluir, editar ou modificar um texto e pode designar as funções de editores e escritores para outras pessoas, que poderão apenas publicar conteúdo. Essa vantagem facilita nos casos de muitas pessoas usando a mesma conta em um gerenciador de conteúdo.

Práticos e úteis, os gerenciadores de conteúdo podem ajudar a sua empresa a se destacar na web. Conte para nós como você usa os CMSs na sua empresa!