Sistema ERP, coisas para se ter em mente ao escolher um

A escolha e a compra de um Sistema ERP (Enterprise Resource Planning ou, em português, Sistema Integrado de Gestão Empresarial) pode se tornar uma batalha para as empresas. Se você não tomar a decisão de forma muito criteriosa, é provável que cedo ou tarde tenha grandes dores de cabeça. É necessário alertá-lo que softwares de ERP servem para organizar e armazenar as informações mais importantes da sua empresa, como dados de finanças, recursos humanos, fabricação, vendas, dentre outros..

Claro que antes de entrar em um terreno perigoso a melhor coisa a se fazer é procurar um guia. Algo ou alguém que já tenha passado por todos os obstáculos e que possa fornecer algumas dicas para você ter o mínimo de problemas possíveis, isso se reforça ainda mais caso não haja alguém experiente em seleção de softwares na sua equipe. Se ainda assim você não se sentir seguro, procure ajuda de algum consultor especializado ou mesmo do futuro fornecedor do Sistema ERP.

Avalie a experiência do fornecedor em Sistemas ERP

Ao escolher um novo ERP para a sua empresa, lembre-se de avaliar a reputação da empresa fornecedora. Também considere que cada setor e tipo de negócio possui requisitos diferentes e que a empresa precisa estar comprometida em cumprir todos. Certifique-se que o fornecedor de ERP entende suas necessidades de negócio e tem experiência com empresas com propostas e tamanho semelhantes aos da sua companhia.

Se possível, visite a empresa fornecedora para entender como eles usam seu próprio software. Visite também algum dos seus clientes e ouça atentamente a experiência deles. Todo software é passível de bugs (insetos, em inglês), que são erros e falhas. Tenha certeza que a fornecedora está apta para lidar com qualquer tipo de problema no futuro.

Sistemas ERP pedem por uma demonstração

Algumas empresas permitem que você experimente alguns recursos limitados do software antes de tomar a decisão de compra. Isso ajudará você a ter uma ideia da interface, avaliar a facilidade de uso e sair com uma valiosa primeira impressão.

Caso a demonstração seja negada, fique atento para que o possível fornecedor não esteja tentando esconder algum problema ou defasagem no software.

Verifique se é fácil de usar o Sistema ERP

Além de examinar as características básicas do software ERP, é importante que você verifique se o sistema pode ser utilizado facilmente pela sua equipe. Um sistema complexo demais pode resultar em mais custos com treinamento. E mesmo depois de treinados, seus funcionários podem não se sentir motivados o suficiente para utilizar a ferramenta. Neste momento também vale envolver chefes de diversos departamentos no processo de decisão.

Escolha um Sistema ERP flexível

O sistema que você pretende comprar é flexível o suficiente para se encaixar com os processos existentes e seus planos de crescimento futuros? Um sistema ERP deve ser pensado como um investimento a longo prazo que vai desempenhar um papel fundamental para ajudar sua empresa a alcançar os objetivos de negócios.

Escolher um novo sistema ERP, ajustá-lo, instalá-lo e treinar seu time toma tempo e recursos. Tenha certeza de que você não precisará repetir todo o processo a curto prazo.

Verifique os recursos de segurança

Um sistema de ERP é o centro nervoso das informações da sua empresa. Poder restringir o acesso para diferentes seções de acordo com a hierarquia da empresa é fundamental para proteger os dados do seu negócio.

Também saiba como a futura fornecedora lida com perda de dados, vazamentos e backups. Talvez você nunca necessite disso, mas se um dia precisar, é importante que eles estejam prontos.

Contratar uma empresa maior nem sempre é garantia de um boa Sistema ERP

Microsoft ou SAP pode ter uma solução robusta de ERP, mas uma pequena empresa pode ser capaz de fornecer o mesmo conjunto de recursos e estar mais disposta a trabalhar com você para personalizá-lo às suas necessidades. Isso porque o seu negócio é crucial para o negócio dela.

Dessa forma, uma pequena empresa pode oferecer um tipo de parceria mais pessoal do que uma grande empresa. Além disso, você estará mais próximo dos donos em caso de algum tipo de problema.

Além do básico que você deve conhecer na hora de definir um sistema ERP, lembre-se de não limitar sua escolha do software pelo seu hardware atual. Encontre um sistema que melhor atende às suas necessidades e, em seguida, compre o hardware que você precisa para executá-lo. Hardware é a parte mais simples e barata da equação.

Mais dicas ou alguma dúvida sobre a escolha do sistema ERP? Deixe um comentário!