Software, checklist para compra de serviços de desenvolvimento

Hoje em dia, uma das grandes dificuldades encontradas pelas empresas é reagir rapidamente às mudanças do mercado. Nessa hora, ter uma vantagem competitiva é um diferencial muito importante. Para isto, construir e customizar sistemas de forma ágil é fundamental para garantir a capacidade de sua empresa se adaptar com facilidade às demandas do mercado.

O ramo do desenvolvimento de software encontra-se em franca expansão, e muitos empresários tem encontrado dificuldades na hora de procurar fornecedores de soluções em software. Pensando nisso, fizemos esse checklist para te ajudar a comprar serviços de software com qualidade.

1 – Defina claramente o que você precisa no seu software

O primeiro passo para a compra de serviços de software é definir quais as reais necessidades de sua empresa. Para cada aplicação há um processo mais adequado de desenvolvimento e tecnologias a serem utilizadas. Seja na criação de um e-commerce, ou na implementação de um sistema de controle e planejamento empresarial (ERP), as prioridades de sua empresa devem estar bem definidas.

2 – Verifique inovações e tendências do mercado de software

Possuir softwares com as melhores práticas de desenvolvimento e a utilização dos programas mais atuais agregam valor ao seu negócio. Fique atento as novidades. O mercado de desenvolvimento de software é muito volátil. É possível que durante o desenvolvimento de um projeto surjam novas aplicações e necessidades do mercado. Por isso é importante negociar a possibilidade de alterações nos projetos durante o seu desenvolvimento.

3 – Compare fornecedores

Antes de contratar, fazer um quadro comparativo entre os possíveis fornecedores é uma boa maneira de verificar o que é mais adequado as suas necessidades. Após defini-las e estar antenado para as novidades do mercado, você já está habilitado a realizar essa comparação.

Os diferenciais a serem observados são muitos, como: o atendimento recebido, os métodos e técnicas utilizadas no desenvolvimento, o controle de testes e qualidade, a integração de sistemas, os prazos de entrega, as certificações do fornecedor, entre outras. Você deve analisá-los com base nas prioridades de seu negócio.

4 – Negocie a propriedade intelectual

Apesar de muitas vezes esquecido, esse é um dos pontos mais importantes na hora de comprar serviços de desenvolvimento de software. A propriedade intelectual sobre a solução de software é o que define os direitos de exploração econômica da mesma. Se a propriedade for do fornecedor, ele poderá utilizá-la em outros sistemas para revender. No entanto, caso a propriedade seja da sua empresa, você vai ter a possibilidade de definir o que quer fazer com a solução de software, poderá inclusive distribuí-la no mercado.

É importante que você defina os direitos de propriedade intelectual com base nas necessidades específicas da sua empresa. Dependendo da finalidade da aplicação pode ser que pagar pela propriedade intelectual seja um gasto desnecessário, em outros casos pode ser essencial.

5 – Avalie o controle de qualidade

Esse é um ponto a ser verificado principalmente em relação ao pós-compra. A necessidade de correção de falhas e implementação de adaptações nas soluções de software para se adequarem ai dia a dia da sua empresa é algo imprescindível.

Contar com um fornecedor que possui um bom ambiente de testes pode trazer mais segurança para sua empresa. No entanto não é o suficiente, mesmo um produto que passou por um rigoroso controle de testes pode apresentar resultados inesperados na utilização pela empresa. É muito importante que seu fornecedor te ofereça garantia e assistência técnica sobre as soluções de software. Para isso ele deve contar com canais de comunicação acessíveis, equipe capacitada e proporcionar atendimento personalizado.

6 – Analise o custo x benefício

O custo x benefício deve ser medido com base no proveito econômico e operacional que a solução de software vai trazer para sua empresa. Lembre-se que a aquisição de soluções de software é um investimento para o seu negócio. Uma empresa atualizada com o que há de mais moderno no mercado vai sair na frente, e certamente você vai querer estar no topo.

7 – Elabore um contrato

Redigir o contrato de desenvolvimento de software é um momento muito delicado. Nele devem estar incluídas as especificações e as fases do projeto de software, os prazos de entrega, formas de pagamento, a propriedade intelectual, assistência técnica e controle de qualidade dos softwares, além das multas e consequências pelo descumprimento das cláusulas do contrato.

Ele é a sua maior garantia de receber um produto de qualidade de acordo com o que foi combinado, e ao mesmo tempo garante ao fornecedor o direito de receber o pagamento. Não há motivos que justifiquem não elaborar um contrato escrito, portanto exija-o em suas contratações.

Agora só depende de você, siga o nosso checklist e tenha boas negociações. Deixe-nos um comentário sobre a sua experiência com soluções de software!